Investigador desafia a comissão oficial para pesquisa de OVNIS da Argentina

Tempo de leitura: 2 min.
Rua de Ituzaingó, Argentina. (Foto de OVNI meramente ilustrativa)

Uma misteriosa sucessão de avistamentos de OVNIs registrados nos últimos tempos em Ituzaingó, no oeste da Grande Buenos Aires, Argentina, motivou o ovniólogo Luis Burgos a lançar um desfio à recentemente criada Comissão de Investigações de Fenômenos Aeroespaciais daquele país (CIFA). Burgos a desafiou a manifestar-se a respeito da cadeia de episódios que foram presenciados por dezenas de testemunhas daquela localidade.

O que ocorreu em Ituzaingó deu lugar a uma profusa cobertura da mídia, a qual colocou em evidência as manifestações dos estranhos objetos voadores não identificados que sobrevoaram o espaço aéreo argentino.  Contudo, nenhuma declaração oficial foi dada a seu respeito.

Burgos foi um dos primeiros ovniólogos, por intermédio da entidade investigadora que lidera, a Fundação Argentina de Ovniologia (FAO),  a abordar o tema, ao notar uma série de fenômenos de OVNIs que ocorreram nesta zona, a qual batizou de ‘Corredor do Oeste’, onde agora está concentrada a atenção de estudiosos, jornalistas e curiosos.  Durante as investigações preliminares que realizou, ele chegou à conclusão de que os casos que estão ocorrendo em Ituzaingó não podem necessariamente ser enquadrados como manifestações de inteligência extraterrestre, pois, de acordo com ele, existe a possibilidade de que sejam aviões experimentais estadunidenses ou israelenses.

Burgos também manifestou que a onda atual de casos detectados em Ituzaingó começou em março passado e que os dois meses e meio que se passaram desde os primeiros avistamentos já foi tempo suficiente para que a organização integrada pelas autoridades da Força Aérea da Argentina e ovniólogos daquele país manifestassem alguma explicação a respeito destes casos.  “Mas o que impera é o mais absoluto silêncio“, argumentou Burgos.  Ele ainda disse que “se temos um fenômeno próximo, como o que está ocorrendo em Ituzaingó, e existe uma comissão investigadora específica para estas questões, não se entendo como é que até hoje ela não tomou rédea do assunto“.

O silêncio oficial que Burgos aponta, pode ser devido à especulação de que os OVNIs que as testemunhas têm avistado no oeste da Grande Buenos Aires “sejam os aviões triangulares ultra secretos“, cujo desenho e operacionalidade Burgos atribui aos Estados Unidos e Israel.  O que está acontecendo em Ituzaingó, para Burgos, “pode ir mais além de um fenômeno convencional de características OVNI“.

É interessante também mencionar que estes OVNIs triangulares têm sido avistados no Brasil recentemente, inclusive por leitores do OVNI Hoje, especialmente no estado de Minas Gerais.

n3m3

Fonte: http://diariopopular.com.ar

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.