Em 1996, piloto de avião alega que OVNI em forma de pirâmide sobrevoou Pelotas, Brasil

Tempo de leitura: < 1 min.
O piloto Haroldo Westendorff em sua aeronave.

Sempre é bom relembrar casos notáveis da ovniologia.

Em 1996, o piloto brasileiro Haroldo Westendorff, então com 39 anos, alega ter avistado um gigantesco OVNI em forma de pirâmide quando sobrevoava a cidade de Pelotas, no estado do Rio Grande do Sul, Brasil.

Haroldo relatou que o  OVNI tinha 100 metros de diâmetro e 70 metros de altura, e que foi capaz de voar ao redor da base do objeto por três vezes, e que durante esta revoada chegou até 40 metros de distância do objeto.  Ele ainda alega que um disco voador, modelo clássico, saiu de uma abertura na parte superior do objeto e saiu voando à uma grande velocidade.

Três controladores de tráfego aéreo e outras pessoas no solo também teriam testemunhado o evento.

Acima, uma ilustração  feita pelo professor Sérgio Porres, da Universidade Católica de Pelotas, detalhando o objeto, com o disco voador saindo de sua parte superior.

Para maiores detalhes, veja o vídeo da entrevista com Haroldo Westendorff:

n3m3

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.