Santarém, Pará: Relato de avistamento de OVNIs por um de nossos leitores

Tempo de leitura: 2 min.

Segue relato curioso de um de nossos leitores, Josemir, quando residia em Santarém, Pará:

“Conheci o site a pouco tempo, via Ocioso, e já fiquei cliente hehehehe. após ler vários artigos do ovnihoje e em especial, esse sobre o RS fiquei mais do que compelido a compartilhar as minhas experiências quanto a OVNIs.

entre 1995 e 1997 eu então com 15 anos, residia em Santarém- PA.

é uma cidade portuária fluvial localizada quase que no meio da distancia entre Belém e Manaus. ou seja, bem no meio do mato hehehehe. Ou melhor, no meio do mato era onde de fato se localiza a vila militar onde eu morava, ou seja longe de qualquer poluição luminosa. eu e meu irmão e alguns colegas, costumávamos jogar bola até umas 10h da noite, horário que o clube militar apagava as luzes e ficava realmente uma escuridão danada. então, já bem cansados e apreciando um bom picolé, deitávamos no meio da quadra de futebol e ficávamos observando as estrelas.

por ficar próximo a linha do equador e a total ausência de poluição luminosa somada a uma noite de céu límpido, as cidades pequenas da amazonia proporciona um exuberante espetáculo do cosmos.

e ali ficávamos caçando satélites. tínhamos até um registro de horários com coordenadas indicando quando um determinado objeto aparecia no horizonte e cruzava todo o céu, até sumir do outro lado do nosso campo de visão.

Nessa época, eu já era um fã de física e Arquivos-X e astronomia e nem existia o google naquele tempo hehehehe.

então aconteceu certa noite de janeiro. avistamos 1 objeto que, pelo horário de aparecimento, não tinha sido ainda catalogado por nós…. sempre deitávamos com a cabeça apontando pro norte, assim, de oeste pra leste um objeto rasgava o céu com velocidade muito superior ao que éramos acostumados a ver… contudo, seu tamanho, visto a olho nu, parecia similar aos satélites que costumávamos observar. eis que quando ficou praticamente acima de nós, percebemos um segundo objeto, indo de norte pra sul mais vagaroso, porem nitidamente maior, muito maior do que os tradicionais avistamentos….. algo entorno de 5x mais porem, com menos brilho.

já podíamos observar dentro do mesmo campo de visão, os 2 objetos.

então, o surpreendente aconteceu:
o primeiro acelerou repentinamente como que tentando passar na frente do segundo… .e de súbito ..PAROU!!!!!!! IGNORANDO AS LEIS DA INERCIA. … o objeto maior diminuiu sua velocidade vagarosamente, então parou diante do outro por uns 40-60 segundos e continuou sua rota lentamente como antes……

então o primeiro voltou a se deslocar com sua velocidade semelhante ao do primeiro contato visual com ele.

durante os 3 meses seguintes, nunca mais conseguimos avistar esses 2 objetos. nem em horários diferentes. infelizmente.

desculpem me o português e o tamanho do relato hehehe.

um abraço a todos!”

Obrigado Josemir

O link original de sua mensagem pode ser visto aqui, na forma de comentário.

n3m3

NÃO ESQUEÇA DE VISITAR NOSSA PÁGINA PRINCIPAL: OVNIHOJE.COM

AVISO: Fique alerta quanto as regras da área de comentários clicando aqui.